Koh Kood – Uma Ilha Paradisíaca onde a Natureza está em Festa

Koh Kood não é uma ilha de grandes festas, nem sequer há muitos turistas. À noite há pouco para fazer, para além de ir a um bar local onde se juntam os moradores e os visitantes, mas que não preenche o tempo todo até às 5 da manhã. Aqui amanhece e faz calor muito cedo, as praias com águas cristalinas despertam os nossos sentidos e a floresta de mangue, tão abundante e presente na maior parte da ilha, faz-nos sentir mais perto do que nunca da natureza.

A ilha fica bem longe da confusão do Puhket, figurativamente e literalmente. Situa-se no Golfo da Tailândia, no arquipélago de Ko Chang, e é perfeita para quem quer desfrutar de praias maravilhosas e quase desertas, visitar cascatas frescas no meio da floresta, passear de scooter o dia todo, encontrar lugares escondidos e paisagens únicas.

Antes de chegar a Koh Kood, estivemos em Ko Chang (sobre esta ilha escreverei mais tarde). O nosso hospedeiro da Guest House onde ficámos, disse-nos que esta é a ilha mais bonita do arquipélago de Ko Chang, principalmente por causa das suas águas tão límpidas e cristalinas, que mesmo em zonas mais profundas é possível ver-se tudo. Ele chamou Koh Kood a esta ilha das Maldivas, por causa da cor do mar azul e verde-claro e também pela calma que se consegue sentir neste local. Na verdade, não acreditei muito no que dizia. Antes de chegar à ilha, pouco sabiamos e não tinhamos visto praticamente fotografias para não estragar o momento da surpresa, que muitos dos viajantes tanto apreciam.

A única coisa que tinhamos lido antes é que esta é a segunda maior ilha do arquipélago, mas também a menos desenvolvida. Há só uma única estrada principal e depois mais duas ou três mais pequenas que fazem o caminho para chegar às casas mais remotas dos hóspedes, que à primeira vista nos parecem abandonadas  ou perdidas no tempo (mas não o são).

Para além das imensas praias e densas florestas, vais encontrar duas simpáticas aldeias de pescadores com as típicas casas literalmente em cima da água. Depois de alguma pesquisa percebi que os tailandeses constroem as suas casas em cima da água para criarem assim um sistema de resfriamento eficaz e não terem necessidade de usar ar-condicionado, que se torna mais caro, e menos amigo da natureza. De uma forma geral, na Ásia, esta é uma prática muito comum principalmente em zonas onde as águas são mais calmas.

Koh-Kod-Aldeia-de-Pescadores

Deixo aqui um pouco de informação pratica:

Como chegar.

Existem várias maneiras de chegar a Koh Kood. Nós chegamos diretamente de Ko Chang e usamos o barco de Boonsiri (Catamarã de alta velocidade) entre Ko Mak (mais uma ilha pequenina do Golfo da Tailândia, que visitei e que achei muito bonita) e Koh Kood. Podes apanhar este barco todos os dias (durante a época alta) às 10:45 ou às 14:00 no pontão de Laem Sok (Trat). Aqui fica o link do horário dos barcos.

Vais chegar a um pontão em Koh Kood, mas que pode ser longe do teu hotel. O que podes fazer é falar diretamente com o hotel sobre a tua hora de chegada, para que eles se ofereçam para te ir buscar. Em alternativa, podes sempre apanhar um táxi, que normalmente é barato.

Para chegar ao Pontão de Laem Sok, podes arranjar um transfer de Bangkok, normalmente em minibus ou carro privado. Mas verifiquei que Boonsiri também te oferece um serviço completo de autocarro e bilhete de barco, sabe mais aqui.

Como alternativa podes apanhar um voo de Bangkok até Trat, e depois apanhar um táxi ou arranjar transfer até ao Pontão Laem Sok.

Dica

Viajar de Lisboa até Koh Kood, fazendo uma viagem contínua pode ter graves consequências no teu humor, especialmente pela privação de dormir e de repousar e pelo cansaço acumulado. Recomendo por isso que fiques em Bangkok 2 a 3 noites no mínimo, e que aproveites para descansar e conhecer uma cidade cheia de vida, história e cultura, que vale a pena visitar pelo menos uma vez na vida.

Praias

Recomendo o aluguer de uma scooter no teu hotel! Custa cerca de 7 euros por dia, ou 250 baht. A gasolina também é barata e dá para muito tempo.

Toma nota de que as praias em Koh Kood não oferecem chapéus ou espreguiçadeiras. Mas podes facilmente comprar um colchão insuflável e um chapéu de sol nas lojas locais. As palmeiras são outra hipótese para teres sombra mas é importante estares atento à possível queda de cocos.

Aqui ficam algumas das praias que visitei durante a minha estadia na ilha:

Khlong Chao Bay – areia branca extensa, águas calmas e quentes, uma das praias mais populares da ilha, onde se situa uma grande parte dos hotéis, resorts, bares, mas onde mesmo assim, vais conseguir sempre encontrar o “teu cantinho” sossegado.

2014-11-25 15.37.38

2014-11-25 15.38.08

2014-11-25 16.35.56

praia-klong-chao

Tapao Beach – mais uma praia bonita com areia branca, muito comprida e perfeita para passeios, nadar ou simplesmente espreguiçar generic viagra for sale. Aqui também se encontra o porto principal da ilha. Ao seu redor há varios resorts, mas na praia em si, não encontras cafés ou bares.

2014-11-25 11

Ao Phrao Beach – Esta praia tem 900 metros de comprimento e ao longo deles apenas 3 resorts. O acesso é fácil se entrar através de um dos resorts. Recomendo o Sunshine Resort. Na minha opinião, essa praia é a mais bela de todas em Koh Kood. Passamos lá um dia inteiro sem nos cansar, apenas a admirar o mar e a dar longos e divertidos mergulhos. A água é tão limpa que é frequente estares rodeado de peixes coloridos. Tens ainda possibilidade de fazer refeições ou tomar um cocktail no resort por onde entraste, uma vez que não há outros bares ou restaurantes.

au-phrau-koh-kood3

au-phrau-koh-kood4

au-phrau-koh-kood2

au-phrau-koh-kood1

Comida

Há vários restaurantes com saborosa comida típica tailandesa. Nós experimentámos estes:

The Fisherman Hut – comida simples e deliciosa, costuma ter também água de coco, que provei e gostei muito. A proprietária é muito simpática e este restaurante situado ao lado de um maguezal oferece comida típica e marisco de qualidade a um preço muito acessível.

Koh Kood Beach Resort – não é apenas um restaurante mas provavelmente foi onde comemos um dos melhores pratos em Koh Kood: arroz de frango com ananás. Mmm, tão delicioso. É um pouco mais caro do que um restaurante de rua, mas mesmo assim não é nada demais.

RestauranteFrangocomAnanas

Sunshine Resort – comida simples e barata, foi aqui que almoçámos quando passámos o dia na praia de Phrao. Gelados são difíceis de encontrar um pouco por toda a ilha, mas neste restaurante vais conseguir satisfazer esse desejo!

Siam beach resort – aqui podem levantar dinheiro, caso não tenham levado convosco, como nos aconteceu. Reparámos que serviam camarão tigre e ficámos por ali a jantar! O marisco é muito bom e o preço também é bastante acessível. Este resort tem também uma praia deserta, muito simpática (Bang Bao Bay)!

Importante: No Koh Kood não existem máquinas de MultiBanco por isso leva contigo dinheiro suficiente para as tuas refeições, transportes e outros gastos. Verifica também se o teu hotel aceita pagamentos com cartão multibanco, e mesmo aceitando eles pedem-te sempre para pagares mais 3 a 5% de taxas.

Está atento aos flebotomíneos e aos mosquitos presentes nas praias, por isso recomenda-se que não se adormeça na praia e que se use um bom repelente. Em vários locais da ilha consegues encontrar repelentes naturais. Nós não tivemos problemas, mas é sempre bom saber.

Onde ficar

Adoramos os resorts na Praia Khlong Prao Bay, são todos lindos, mas também mais caros. Tens também opções mais baratas como as casas de hóspedes ou mesmo homestays (ficar na casa de pessoas locais). Neste site vais encontrar informação sobre todos os alojamentos disponíveis em Koh Kood: https://destinationkohkood.com.

Nós ficámos no Resort Horizon Koh Kood! O gerente é simpático e prestável porque nos ajudou com tudo, mas o hotel em si deixa a desejar… Não gostámos muito do facto das casas de banho serem lá fora e não estarem muito limpas. O restaurante não é nada de especial e o pequeno-almoço também foi fraco. Apesar de não ter praia privada, a vista do nosso bungalow valeu muito a pena, era lindíssima!

Outras actividades

Se não aprecias ficar o dia todo na praia a olhar para o mar, existem inúmeras atividades que podes fazer em Koh Kood, tais como:

Snorkeling

Mergulho

Yoga – uma das coisas de que mais gostei no nosso hotel foi a aula de yoga logo de manhã. Uma experiência sensacional e única que te enche de energia para o resto do dia.

Visitar cascatas – nós visitámos a de Khlong Chao, dentro da floresta tropical, e que é um refúgio do sol e do calor. Recomendo que se visite bem cedo, logo pela manhã, antes de ser invadida por grupos de turistas ou outras pessoas.

cascata-khlong-chao-koh-kood

Must do: Massagens! Sim, quando estás na Tailândia, fazer uma massagem é obrigatório! Vais sentir-te renovado e maravilhoso logo depois. Nós fizemos 3 massagens completas durante a nossa estadia de 2 semanas no país.

Resumindo, nós adorámos Koh Kood! Uma ilha paradisíaca, com águas calmas e quentes, florestas tropicais e cascatas admiráveis. O refúgio perfeito para quem quer desfrutar da paz, da natureza no seu estado puro e das coisas realmente essenciais na vida, longe do frenesim dos sítios turísticos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *